Topologias sem transformador para conversores de média tensão – Aplicações industriais

Resumo – Sistemas de acionamento em média tensão com velocidade variável são uma tendência em aplicações de alta potência. Os produtos lançados na última década mostraram a maturidade da tecnologia e trouxeram mais confiança no uso de conversores de média tensão em aplicações industriais. Além da alta capacidade de potência, alguns segmentos requerem uma disposição otimizada das máquinas instaladas na planta. Esta necessidade encoraja o desenvolvimento de uma nova família de conversores, os chamados Transformerless Voltage Source Drives. Estes conversores tornam possível o funcionamento do sistema sem o uso de transformadores defasadores conectados à rede. Este trabalho apresenta as principais topologias usadas em conversores de media tensão e alta potência, bem como suas características, requerimentos e desvantagens. Além disso, são discutidas as topologias mais recentes aplicadas em sistemas sem transformador, seus desafios e recentes desenvolvimentos, buscando um melhor entendimento desta nova família de conversores.

Joable Andrade Alves possui graduação (1994) e mestrado (1996) pela Universidade Federal de Santa Catarina.  Juntou-se à WEG (Brasil) em 1996 no departamento de desenvolvimento de produtos como engenheiro de P&D, onde participou do desenvolvimento de sistemas de acionamento em baixa e média tensão durante 12 anos. De 2008 a 2013, ele participou do departamento técnico de vendas e aplicações, onde era responsável pelo suporte internacional dos sistemas de acionamento em média tensão. Desde 2013, trabalha novamente no departamento de P&D, no qual ele é o coordenador do grupo responsável pelo desenvolvimento de sistemas de acionamento de frequência variável em média tensão.